É provável que você já tenha percebido no seu corpo algumas bolinhas vermelhas, que as vezes podem ser amareladas no centro e que muitas vezes são confundidas com acne ou espinha. A foliculite, apesar de comum, ainda gera bastante dúvida sobre o que é, as causas, sintomas e tratamento. Além disso, também é muito importante saber o que não se deve fazer quando estiver com foliculite, para que o quadro não piore. 

Abaixo, vamos te contar tudo sobre o que você precisa saber sobre foliculite! Continue a leitura!

O que é foliculite?

Folículos capilares são estruturas que fazem parte do corpo humano e é a partir deles que nascem os pelos e cabelos, sendo exatamente quando eles ficam inflamados que o paciente é diagnosticado com a chamada foliculite. Trata-se, portanto, de uma inflamação em que aparecem bolinhas vermelhas que podem ter pus e coçar bastante. 

Embora a foliculite possa acontecer em diversas partes do corpo, ela é mais comum no rosto, nádegas, pernas, braços, virilha e cabeça. Importante dizer que, como a aparência da foliculite é parecida com a acne, muitas vezes as duas acabam sendo confundidas pelo paciente. Entretanto, o tratamento é diferente e, por isso, o mais indicado é que se procure por um dermatologista para a indicação do melhor protocolo de tratamento. 

O que causa foliculite?

A foliculite é causada por uma infecção viral, bacteriana ou fúngica dos folículos capilares, que pode acontecer devido a uma série de motivos. Na maioria dos casos, a causa mais comum da foliculite é a bactéria Staphylococcus aureus (estafilococo).

Entre os motivos que podem causar a foliculite é possível destacar: 

– Depilação feita de maneira incorreta;

– Crescimento do pelo no sentido contrário;

– Infecção causada por fungo;

– Infecção causada por bactéria. 

– Lesão ao se barbear;

– Uso de roupas muito apertadas;

– Transpiração excessiva;

– Condições inflamatórias da pele, como acne e dermatite

– Lesões gerais da pele, como escoriações ou feridas cirúrgicas;

– Curativos de plástico ou fita adesiva aplicados sobre a pele. 

Vale citar, ainda, que qualquer pessoa pode ter foliculite, mas que existem alguns fatores de risco, como: diabetes, leucemia crônica, transplante de órgãos, infecção por HIV/AIDS, condições de pele pré-existentes, como acne ou dermatite, trauma da pele associada à lesão ou cirurgia, uso de antibióticos para tratar acne, obesidade, alterações hormonais, entre outros. 

Quais os sintomas de foliculite?

Os sinais e sintomas da foliculite vão depender do tipo de infecção, que pode ser superficial ou profunda. 

Em caso de foliculite superficial, que são pequenas bolinhas vermelhas com ou sem pus, alguns sinais e sintomas são a pele avermelhada e inflamada, coceira e sensibilidade. 

Já na foliculite profunda, que são lesões maiores, elevadas e com pus amarelado, a sensibilidade é maior. Pode haver coceira, possíveis cicatrizes e até mesmo dor e inchaço na região afetada. Além disso, ainda pode acontecer a destruição do folículo, o que impede que cresça pelo nesse local específico novamente. 

O que não fazer quando estiver com foliculite

Quando estiver com foliculite é muito importante não coçar ou espremer as lesões, para que o quadro não piore. Em relação aos tratamentos caseiros, é recomendado que sejam realizados sob supervisão e indicação do dermatologista, assim como outros tratamentos específicos, evitando assim que o quadro piore. 

Como tratar foliculite

O tratamento para foliculite vai depender se é uma infecção viral, bacteriana ou fúngica. Em alguns casos, o uso de antibióticos e/ou antifúngicos é necessário, em outras é possível que apenas a higienização correta e a aplicação de compressas já sejam suficientes. Também existem os casos de foliculite em que podem ser receitados cremes e pomadas.

Para o diagnóstico correto e para que seja indicado o melhor tratamento, o recomendado é a consulta com um dermatologista, que poderá analisar o caso de forma individual e orientar para o melhor protocolo e tratamento. 

Abaixo, selecionamos alguns tipos de foliculite e a forma como geralmente são tratados: 

Foliculite Estafilocócica – O tratamento pode ser com antibiótico tópico, oral ou uma combinação dos dois. Além disso, também podem ser recomendadas alguns tratamentos caseiros, como as compressas. 

Foliculite por pseudômonas – Conhecido também como foliculite da banheira quente. Geralmente o tratamento acontece por meio de pomadas especificas e é raro que seja necessário antibióticos. 

Pseudofoliculite da barba – Na maioria das vezes, os cuidados caseiros são suficientes para esse tipo de foliculite e usar um barbeador elétrico é uma boa maneira de evitar que a infecção volte. 

Foliculite Pitirospórica – Geralmente são indicados antifúngicos tópicos ou orais. Lembrando que precisam ser indicados por dermatologista, garantindo assim que o tratamento será eficaz. 

Sycosis barba – Na maioria dos casos são indicadas compressas e também aplicação de antibiótico local. 

Foliculite gram-negativo – Esse tipo de foliculite acontece devido ao uso prolongado de antibióticos e, mesmo assim, o tratamento também acontece, na maioria das vezes, com antibiótico, já que agem de forma direta na infecção bacteriana. 

Furúnculos e carbúnculos – Nesses casos, é possível que o médico opte por drenar a infecção com uma pequena incisão, aliviando assim a dor. No caso específico dos carbúnculos, o uso de antibiótico pode ser necessário. 

Foliculite eosinofílica – Neste tipo de foliculite é comum que o tratamento aconteça com corticosteroides. Em casos graves, pode ser necessário medicação oral em conjunto. 

Saiba mais sobre Julia Ocampo

 

Julia OCampo vem de uma família de médicos e tem como missão cuidar da qualidade de vida de seus pacientes. Oferece aos seus clientes os tratamentos dermatológicos mais modernos, tecnológicos e eficientes, sempre realizados com todo o profissionalmente e buscando valorizar e realçar a beleza natural de cada paciente.  

 

Entre os tratamentos realizados estão: tratamento para olheiras, tratamento para manchas na pele, tratamento para unhas, harmonização facial, efeito bichectomia, clareamento de virilha, tratamento de papada, tratamento para acne, combate a rugas, fios de sustentação, skin booster, peeling, microagulhamento, depilação a laser, entre outros. 

Entre em contato conosco! Será um imenso prazer te atender e tê-lo como nosso paciente!