A importância da individualização

Intervenção estética é um tema que divide opiniões: de um lado, aqueles que defendem que, se incomoda, por que não mudar? Do outro, uma tendência emergente de valorização à beleza natural: “Nasci assim, cresci assim e serei sempre assim”.

Independente de qual ideologia você apoia, uma coisa é certa: cada vez mais surgem tecnologias e técnicas que promovem tratamentos estéticos menos invasivos, ou seja, sem a necessidade de cirurgia.

Na área da medicina estética, um assunto que está sempre em pauta é a harmonização facial, que consiste basicamente em melhorar contornos, firmeza e a aparência da pele, tudo isso respeitando as características individuais do paciente.

Mas antes de explicar porque a individualização é um fator determinante no melhor resultado para o paciente, vou falar um pouco de duas tecnologias mais conceituadas nesse tema.

O MD CODES (Códigos Médicos), contemplado no evento que ocorreu no início desse mês e que tive a oportunidade de participar, nada mais é que um mapeamento de pontos de sustentação da face que podem ser melhorados na busca de uma forma mais harmônica e definida. Para se obter tal efeito, essa tecnologia se utiliza de preenchedores, como o ácido hialurônico, nos pontos codificados previamente.

Já O MAP (Managing Aesthetic Patientes) combina, além das substâncias preenchedoras, outros compostos que potencializam o efeito rejuvenescedor, como é o caso do skinbooster.

Como já falamos por aqui, esses tratamentos não são permanentes e isso é um dos pontos positivos da abordagem. “Como assim?”. Bom, o fato de não necessitar de cirurgia diminui significativamente as chances de complicações por corpos estranhos, sem falar da recuperação, que é imediata.

Mas aquela pergunta que você provavelmente está se fazendo: “Qual dos dois códigos é melhor para o meu caso?”. Bom, essa resposta cabe ao seu dermato após fazer uma avaliação criteriosa. Aqui na clínica, por exemplo, entendemos que a melhor abordagem é a associação de tecnologias, configurando um protocolo único, desenvolvido de acordo com o seu mapeamento.

Em outras palavras, a harmonização facial bem feita respeita os traços e características de cada indivíduo, buscando sempre um aspecto natural e suave.

Se interessa pelo tema? Então continue acompanhando meus posts, que em breve trarei mais novidades de um dos eventos mais exclusivos sobre harmonização facial, o MAP. Até a próxima!