Hoje vamos discutir sobre um assunto que muito se ouve falar: a acne!

Caracterizada por lesões que aparecem por inflamação da folículo associado ao aumento da produção de sebo nas glândulas sebáceas – os famosos cravos e espinhas no rosto e no corpo – a acne é uma condição de pele bastante comum, e que, mesmo tendo maior incidência durante a adolescência, não tem idade para aparecer!

O formato, intensidade e quantidade das lesões varia muito de pessoa para pessoa, já que existem vários tipos de pele. E também por isso, há inúmeras formas de tratamento!

Para esclarecer essas e outras questões, trago a seguir algumas informações para vocês!

Quais são as causas da acne?

O aparecimento do quadro da acne é uma junção de vários fatores, entre eles podemos citar:

– Hiperqueratinização folicular: processo em que se formam os cravos.

– Colonização de bactérias: na superfície da pele e nas saídas das glândulas sebáceas pode ocorrer multiplicação de bactérias, aumentando a inflamação.

– Aumento da produção de sebo

-Influência hormonal: embora não seja fundamentar haver para ocorrer o surgimento da acne, favorece muito o início e manutenção do quadro.

E não podemos esquecer que hábitos diários também têm grande influência:

– Dormir de maquiagem: os resíduos dos cosméticos deixados na pele obstruem os poros e aumentam o surgimento de cravos e espinhas.

– Medicamentos: efeitos colaterais podem ajudar no aparecimento da acne, como, por exemplo, vitaminas do complexo B.

– Alimentação: a ingestão de alimentos com alto índice glicêmico e derivados do leite podem favorecer o aparecimento das lesões. Suplementos nutricionais, como whey protein também.

– Estresse

Pele saudável e bonita: como tratar a acne?

O ideal é a acne ser tratada o quanto antes. Independente da idade, seu controle é necessário não só por questões de estética, autoconfiança e autoestima, mas também por preservar a saúde da pele.

Aqui algumas das diversas opções de tratamento:

– Em casos mais leve, nós, dermatologistas, podemos fazer orientações gerais e iniciar tratamento local com diversos produtos existentes no mercado, como: ácido salicílico, retinoides, peróxido de benzoíla, ácido azelaíco com ou sem antibióticos associados a esses tipos de medicamentos.

– Se necessário, pode-se receitar o uso de medicações orais (roacutan, antibióticos específicos), uso de determinados anticoncepcionais orais para mulheres, desde que não haja contraindicações, entre outros agentes.

– Outros procedimentos que também podem colaborar no combate da acne são: peelings químicos, microdermabrasão, alguns tipos de laser, luzes, LED, esfoliações químicas e extração de cravos – cada qual de acordo com a indicação apropriada para a sua pele, por isso a importância de agendar uma consulta com um dermato! 🙂

Como prevenir acne?

Cuidado diário é o segredo! Vamos falar de algumas dicas fundamentais que podem ajudar a prevenir os cravos e espinhas:

– Higienize a sua pele de forma adequada, com sabonetes e demais produtos indicados para a limpeza da sua pele.

– Não durma com resquícios de maquiagem!

– Não exagere na quantidade de lavagens por dia, pois isso pode causar o chamado “efeito rebote”, trazendo irritação e piora das lesões.

– Em caso de pele oleosa, evite cosméticos que aumentem essa condição.

– Pessoas com acne, assim como todas, devem se expor de forma adequada ao sol, por isso, use protetor sem óleo e com controle de oleosidade! Mesmo dentro de casa ou em dias nublados.

– Alimentação saudável e a prática de exercícios físicos contribuem para o equilíbrio hormonal, influenciando na saúde e beleza da pele.

E a última, mas não menos importante, é agendar uma consulta com um especialista para que ele possa te explicar mais sobre o assunto, sanar outras dúvidas e analisar seu tipo de pele para receitar o tratamento mais indicado!

A acne pode aumentar neste período em casa, frente às dificuldades e contexto inédito, mas felizmente, temos tratamentos. Cuide da sua saúde!