Rejuvenescimento e flacidez

Não faz muito tempo que esta tecnologia chegou ao Brasil e já garantiu espaço nos protocolos de tratamentos para flacidez e rejuvenescimento.

Sculptra, nome comercial do ácido polilático, é um bioestimulador, ou seja, ele estimula a formação de colágeno na área tratada, além de ser biocompatível, de modo que não prejudica o nosso organismo.

“Como age esse produto?”. Sabendo que a falta de colágeno é uma das principais causas da perda de espessura e aumento de rugas e sulcos na pele, ao repor essa substância, o tecido rejuvenesce. Assim, ao ser injetado na derme (segunda camada da pele), o Sculptra ativa a produção de colágeno, que, por sua vez, aumenta a espessura da pele e corrige as alterações de contorno do rosto.

Apesar de ter sido desenvolvido para tratamentos na face, notou-se um excelente desempenho do produto para áreas extrafaciais afetadas pela flacidez, tais como: área interna dos braços, mãos, coxas, glúteos e abdômen.

“Doutora, para quem é indicado?”

Considerando o fator genético e alguns hábitos, a diminuição do colágeno inicia-se aos 30 e pode começar a ser visível a partir dos 35 anos. Por outro lado, existem outros casos que o tratamento pode ser benéfico, principalmente para flacidez, como pós-gestação ou perda excessiva de peso.

E aquela pergunta que não quer calar: “Quanto tempo dura?”. Pode variar de paciente para paciente, mas o Sculptra possui um dos maiores tempos de duração em tratamentos estéticos, podendo se manter por um período de até dois anos.

Sobre o resultado? Bom, se comparado com outras substâncias preenchedoras, como ácido hialurônico, o Sculptra leva mais tempo para agir e tornar evidente seus efeitos – cerca de dois meses. Por outro lado, dura mais e possui um resultado mais natural.

Além disso, o tratamento pode ser um complemento em um protocolo de rejuvenescimento, no qual podemos utilizar, por exemplo, uma combinação de Sculptra e Ultraformer III, a fim de potencializar os resultados e trazer mais firmeza, contorno e naturalidade à pele.

Procure um especialista de sua confiança para esclarecer qual o melhor protocolo para seus objetivos.