Investir em cuidados com a pele é essencial para quem quer manter uma aparência bonita e saudável. E, para que os resultados deste investimento apareçam, é preciso estar de olho em quais tratamentos e hábitos são realmente eficazes.

Alguns cuidados com a pele não passam de mitos, disseminados a tal ponto que muitas pessoas os tomam como verdades. Além disso, insistir em tratamentos que não são recomendados, ou pior, devem ser evitados pelo seu tipo de pele pode causar diversos transtornos.

7 MITOS SOBRE CUIDADOS COM A PELE
Para evitar o ressecamento da pele seca é preciso beber muita água.
É muito importante beber água todos os dias, pois ela representa a estratégia mais eficaz para evitar e acabar com o ressecamento da pele. É preciso, também, investir na diminuição da exposição da pele aos locais com pouca umidade, ventos fortes, calor seco, álcool ou banhos demorados.Vale incluir alimentos que auxiliam na hidratação da pele, como salmão, azeite e nozes na sua dieta. Outra dica é optar por sabonetes hidratantes com óleos específicos para a pele seca e usar um bom creme hidratante.

Raspar a barba prejudica a pele.
Na realidade, raspar a barba não prejudica a pele, mas são necessários alguns cuidados. A melhor forma de se barbear é durante o banho e optar por lavar o rosto com água morna e sabonete neutro, além de escolher um mousse de barbear e uma lâmina de qualidade.

Quanto mais “encorpado” for o creme hidratante, mais ele hidrata a pele.
Não é verdade. O que aumenta a hidratação é a substância hidratante, aliada ao veículo escolhido (creme, loção, pomada, etc). Por exemplo, a ureia é uma substância com alto poder de hidratação, independentemente do creme ser mais ou menos encorpado.

Cremes anti-idade só devem ser usados após o aparecimento das primeiras rugas.
Na verdade, o correto é agir exatamente ao contrário: o uso de cremes anti-idade deve ser iniciado antes do aparecimento dos primeiros sinais de envelhecimento, para preveni-los. Além disso, é importante investir em tratamentos que estimulam a produção de colágeno.

A pele oleosa não precisa ser hidratada.
Não é verdade. Certos óleos ajudam a reduzir a quantidade de sebo produzida pela pele e conferem a ela uma melhor textura. Pular o passo da hidratação na limpeza da pele irá fazer com que ela produza ainda mais sebo.O correto a fazer é escolher o hidratante ideal para cada tipo de pele. Para as oleosas, são indicados cremes hidratantes sem óleo.

Usar sabonete elimina a acne.
É mito acreditar que usar sabonete no rosto é o suficiente para eliminar a possibilidade de acne. Além disso, lavar o rosto muitas vezes elimina os óleos naturais que a pele produz e, ao invés de deixá-la mais limpa, isso estará aumentando a probabilidade de aparecerem espinhas.Para combater o acne, é preciso lavar o rosto suavemente com um gel de limpeza. Posteriormente, aplicar um gel específico para acne. Os géis de limpeza são muito eficazes no combate à proliferação de infecções cutâneas, como a acne.

Quanto mais elevado o FPS do produto, mais protegida está a pele.
Os raios ultravioletas (UVA e UVB) possuem diferenças de penetração na pele e intensidades diferentes no processo de envelhecimento. O que realmente importa nos protetores solares é se eles protegem a pele desses raios, sendo este fato determinante para a escolha do FPS.