São inúmeras causas que ocasionam a queda de cabelo, entretanto, é essencial verificar o motivo. Para isso, é necessário realizar os exames requisitados. Após o resultado apurado, seguir, conforme orientações médicas, o tratamento mais adequado.

Queda de cabelo

Quando a queda de cabelo está além do normal, ou seja, é possível notar uma quantidade maior de fios cabelo caindo, a aparência começa a incomodar algumas pessoas, tornando-se um motivo preocupante, não invista em medicações sem orientações médicas, pois pode comprometer a sua vida e beleza.

Os principais fatores causadores da queda de cabelo estão relacionados com o estilo de vida, hormônios, idade, genética e questões médicas. Porém, é essencial realizar exames para analisar os resultados. Dependendo da situação, após a eficácia do tratamento, há possibilidade de obter o cabelo saudável novamente. 

Do mesmo modo que o tempo passa para o corpo, as madeixas também sofrem alterações. Um fator que leva ao envelhecimento do cabelo é o estresse. É ideal praticar exercícios físicos ou meditação. Manter um estilo de vida saudável e a tranquilidade é ideal, pois reflete no corpo todo, incluindo nos fios. 

Com o passar do tempo, o cabelo muda. Alguns ficam mais finos, curtos e frágeis, já outros mais grossos e ressecados. A genética impacta bastante em como o cabelo irá envelhecer. 

Exames solicitados para queda de cabelo

Para poder indicar um procedimento adequado para a restauração capilar, o especialista deve avaliar o couro cabeludo e determinar a causa da queda de cabelo. Normalmente, os pacientes apresentam calvície masculina e feminina padrão. Caso o médico julgue necessário, ele pode solicitar outros exames para identificar o problema:

  • Puxamento do cabelo – ajuda a identificar se há anomalias no crescimento dos fios. É possível examinar com o uso de um microscópio e analisar a condição do fio e do bulbo capilar;
  • Fototricograma – através desse método é possível determinar o tipo de crescimento do cabelo, tendo duração de 3 a 5 dias;
  • Janela capilar – semelhante ao anterior, porém, dura 30 dias;
  • Biópsia do couro cabeludo – usado em casos extremos. Retira um tecido do couro cabeludo para a análise laboratorial;
  • Avaliação do fio – os fios são estudados com auxílio de um microscópio para identificar se há anomalias, infecção por fungos, bactérias ou vírus;
  • Análise clínica do cabelo – caso haja anomalias, esse é realizado. Quando necessário, os fios são enviados ao laboratório e é possível identificar anormalidade hereditária ou se houve contaminação química, através de drogas;
  • Tricoscopia – exame que permite a análise dos fios de cabelo e do couro cabeludo através da ampliação da imagem, sendo possível ver alterações as quais podem acarretar a queda de cabelo.

Indicação de tratamento para queda de cabelo

Muito mais do que apenas a preocupação estética, a queda de cabelo pode ser sintoma de alguma doença, como: sífilis, lúpus, disfunção na tireoide, entre outras. A alopecia, por apresentar um quadro irreversível, necessita de tratamento e acompanhamento de um profissional. 

Para tratar a queda de cabelo, além de uma alimentação balanceada, pode-se recorrer a produtos específicos, remédios ou suplementos, como: loção capilar, shampoos, suplementos nutricionais e remédios. A escolha adequada será feita pelo especialista. Agende uma consulta!