A epiderme é o maior órgão humano e tem como função principal realizar a proteção do organismo, regular a temperatura e possibilitar as funções sensoriais. No entanto, a ação do ambiente pode causar danos variados de acordo com os tipos de pele

Neste contexto, a região do rosto é uma das áreas mais sensíveis, graças ao nível de exposição às condições do tempo – como o sol e variações térmicas –, aos índices de poluição e ao uso de maquiagens e outros produtos cosméticos.  

Assim, cada tipo de pele pode sofrer agressões diferentes no dia a dia, ou até mesmo, intensidades diferentes nos danos provocados por todos os fatores naturais. E como consequência, as pessoas passam a perceber os sinais de: 

  • Envelhecimento precoce; 
  • Aparecimento de manchas; 
  • Rugas e linhas de expressão; 
  • Acne; 
  • Flacidez, entre outros. 

Deste modo, o interesse em serviços de assistência médica – como o plano empresarial odontologico – que cobrem tratamentos de preenchimento de rugas, bichectomia, lifting facial ou botox, se torna cada vez maior entre as pessoas de todos os gêneros e idades.  

No entanto, tão importante quanto recorrer aos tratamentos de correção, é se atentar nas formas mais efetivas de prevenir que esse tecido seja lesado ou prejudicado. E por isso, conhecer mais sobre a composição da sua pele é tão fundamental. 

Tipos de pele e como cuidar 

Além dos tratamentos estéticos e as intervenções dermatológicas ou odontológicas, que podem ser acessadas por meio de um plano dental para empresa, o seu tipo de pele pode apresentar características e necessidades únicas que devem ser cuidadas adequadamente.

 Por esse motivo é crucial que as pessoas descubram mais sobre o seu tipo de pele e todas as técnicas que melhor se adaptam a cada uma delas. Entre os principais tipos de pele que existem, os mais comuns são: 

  1. Pele sensível 

Uma das principais características da pele sensível é a vulnerabilidade que esse tecido tem em relação a temperatura, produtos de beleza, alimentos, bebidas alcoólicas e etc. 

Nestes casos, os pacientes que têm esse tipo de pele tendem a sofrer com a vermelhidão constante do rosto.  

Assim, além de optar sempre por produtos indicados especialmente para pele sensível, a utilização de máscaras anti-inflamatórias ou anti-irritantes pode auxiliar muito no combate ao aspecto avermelhado do rosto.  

  1. Pele acneica 

As características da pele acneica são bastante fáceis de identificar, pois são constituídas por poros dilatados, cravos e espinhas. No entanto, é importante notar que esse tipo de pele também pode ser tanto oleoso, quanto misto.  

Por isso, o cuidado diário com a pele desses pacientes deve ser bastante focado na higienização, controle do PH ou tonificação e o uso de produtos que auxiliam no combate aos cravos, espinhas e manchas decorrentes deste tipo de problema.  

  1. Pele seca 

A pele seca é distinguida pela sua dificuldade em fazer a retenção de água no volume necessário e pela sua insuficiência na produção de lipídeos. Desta forma, o paciente sente a falta do sebo e dos óleos naturais que retém a umidade e protege a pele.  

Assim, os pacientes com esse tipo de pele têm mais tendência ao desenvolvimento de rugas e ao envelhecimento precoce. Por isso, o investimento em um plano odontologico pme, para a realização de tratamentos especializados é recomendado. 

Além disso, é indicado evitar banhos quentes ou os sabonetes neutros, investir bastante na hidratação e no uso de óleos que mantenham a água nos tecidos, beber bastante água e esfoliar regularmente a pele.  

  1. Pele oleosa 

A pele oleosa é o exato oposto da pele seca, fazendo uma produção excessiva de sebo e óleos naturais. Isso a deixa com um aspecto brilhante e poros tendem a ser mais dilatados, bem como, aumenta a tendência ao desenvolvimento de espinhas e cravos.  

O cuidado necessário para essas pessoas envolve a lavagem do rosto mais vezes durante o dia, o uso de hidratantes com base em água, tonificação duas vezes ao dia e o uso de produtos que impedem que o sebo se acumule nos poros.  

  1. Pele mista 

É chamada de pele mista quando os indivíduos têm diferentes tipos de pele em uma mesma região. Por exemplo, se a zona T – que é composta pela testa, ponte do nariz, nariz e buço – apresenta bastante oleosidade e as bochechas e o queixo são mais secas. 

Nestes casos, a higienização é muito necessária, mas deve ser feita com cuidado para não acabar ressecando ainda mais as partes mais sensíveis. Manter o equilíbrio do Ph também é extremamente necessário, juntamente com a hidratação de todo o rosto.  

 

Importância do filtro solar e outros cuidados específicos 

Em todos os casos, o uso do filtro solar é essencial para a manutenção da saúde e jovialidade dos tecidos. Isso porque, esse creme protetor ajuda a combater a ação dos raios UV, os agentes poluentes, o ressecamento excessivo, os oxidantes e as doenças cutâneas. 

Além disso, com a realização de tratamentos estéticos – através do uso de um plano dentario para mei –, o uso do protetor pode ser uma ótima forma de manter os resultados, pois ele impede o fotoenvelhecimento e a destruição das células de colágeno. 

 Por isso, a recomendação geral é que tanto os protetores químicos, quanto os físicos, sejam reaplicados a cada duas horas, mesmo quando em ambientes fechados. No entanto, em locais abertos ou com muito sol essa atenção deve ser redobrada.  

As consultas frequentes com um dentista, por meio de um plano dental empresarial, também podem servir para a avaliação sobre a necessidade de intervenções estéticas e a viabilidade desses tratamentos.  

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.