Você sabe quais são os cuidados com a Pele Masculina? Acompanhe esse artigo e entenda tudo á respeito!

Atualmente existe uma grande procura por tratamentos personalizados e eficazes tanto por parte das mulheres como de muitos homens. Isso forçou as empresas a inovarem suas tecnologias para oferecer uma ampla variedade de fórmulas compatíveis com as necessidades dos dois, pois a pele masculina é bem diferente da pele feminina.

Cuidados com a Pele Masculina: TESTOSTERONA

A pele é o maior órgão do corpo humano com uma área aproximada de dois metros quadrados e com 12% do peso total do corpo. Ela possui diversas funções essenciais para o nosso corpo como: funções sensoriais, de proteção, impedimento de perda de proteínas e água para o exterior, etc.

Muitos fatores interferem na aparência da pele, tais como: sexo, idade, clima, alimentação, estado de saúde e genética.

Com relação às diferenças pelo sexo, a principal se deve a ação hormonal.

Até a puberdade a pele masculina e feminina são iguais. Após essa fase, com as alterações hormonais, as diferenças cutâneas se tornam perceptíveis.

O hormônio testosterona é o responsável pelas características masculinas da pele do homem, determinando uma estrutura diferente em relação à pele feminina. Em geral a pele masculina, tanto do rosto como do corpo, é mais espessa, mais oleosa e envelhece de forma diferente do que a feminina.

A pele masculina tem a camada córnea mais espessa. A epiderme do homem é mais grossa e áspera, além de mais oleosa, já que as glândulas sebáceas e os poros são maiores. A testosterona (hormônio masculino) é responsável pelo maior estímulo das glândulas sebáceas e, consequentemente, maior oleosidade na face, principalmente na zona T (testa, nariz e queixo).

 

Cuidados com a Pele Masculina: CARACTERÍSTICAS DA PELE MASCULINA

As glândulas sebáceas trabalham mais ativamente na pele masculina, o que torna a limpeza essencial para manter o equilíbrio de suas funções. Na derme, ocorre maior produção de fibras elásticas e colágenas, com cerca de 25% mais colágeno do que as pele femininas. Isso faz com que a pele do homem seja mais resistente e demore mais tempo para começar a envelhecer.

Devido ao ato de se barbear, que ocasiona micro traumas cutâneos, a pele é mais sensível e mais exposta à colonização de bactérias. Com isso os homens podem apresentar problemas de pele, como irritação ou dermatites e foliculites.

Na pele masculina, o colágeno se reduz numa velocidade constante, fazendo com que os sinais de envelhecimento aparecem mais tarde, mas as mudanças ocorrem rapidamente após começarem e eles são mais afetados pela perda de massa muscular e firmeza da pele em combinação com o inchaço dos olhos e olheiras.

Já as mulheres, em condições normais, têm predomínio de progesterona e estrogênio (os hormônios femininos), o que confere uma pele mais delicada e com menor secreção sebácea, além de pelos finos e claros.

A pele feminina possui a derme mais fina, o que contribui para o envelhecimento acelerado. Na pele feminina o colágeno é afetado mais tarde, especialmente após a menopausa. A pele feminina pode tornar-se drasticamente mais fina após a menopausa. Nesta fase, a pele perde elasticidade e os efeitos são mais aparentes do que na pele masculina.

A pele masculina é naturalmente mais ácida que a feminina, devido a isso, os produtos direcionados a pele masculina têm um PH mais próximo do neutro.

 

PELE MASCULINA X PELE FEMININA

 

OLEOSIDADE DA PELE

Os homens têm mais glândulas sebáceas que as mulheres e portanto, têm mais poros. Tanto suas glândulas sebáceas como os poros são maiores que nas mulheres.
A produção de sebo é o dobro da produção feminina, por isso a pele masculina é mais oleosa e mais brilhante e com maior formação de impurezas e acne.
Homens adultos estão menos propensos a pele seca que mulheres adultas.

ENVELHECIMENTO DA PELE

Os sinais de envelhecimento aparecem mais tarde na pele masculina, mas as mudanças ocorrem rapidamente assim que começam.
Os homens são mais afetados pela perda de massa muscular e firmeza da pele em combinação com o inchaço dos olhos e olheiras, o que confere uma aparência de cansaço.
Os homens também ganham rugas, mas elas não lhes causam a mesma preocupação que nas mulheres. Apesar das rugas masculinas ocorrerem mais tarde do que nas mulheres, quando aparecem, os sulcos já estão plenamente formados.
A pele masculina, em média, é aproximadamente 20% mais espessa que a pele feminina. Contem mais colágeno e tem um aspecto mais compacto e firme.
Na pele masculina, o colágeno se reduz numa velocidade constante. Na pele feminina ele é afetado mais tarde, especialmente após a menopausa. Nesta fase, a pele perde elasticidade e os efeitos são mais pronunciados que na pele masculina.

Cuidados com a Pele Masculina: O BARBEAR

Na média, os homens que se barbeiam o fazem 16.000 vezes durante a vida inteira.
O barbear diário deixa a pele maias sensível.
Fazer a barba diariamente estressa a pele e pode causar irritações. Elimina a camada superior das células cutâneas, expondo a pele imatura, que é especialmente sensível às influências externas.
40% dos homens tem problemas de pele relacionados com o ato de se barbear. Os mais propensos são aqueles mais jovens e com pele mais fina.
Uma lâmina de barbear cega e/ou a falta de lubrificação ao barbear-se podem causar cortes e arranhões.

Devido a estas diferenças é indicado que os tratamentos de controle da oleosidade e envelhecimento sejam diferentes e individuais para a pele masculina e para a feminina atendendo as reais necessidades de cada tipo de pele.